2018 ~ Gospel MIX

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Brasil terá que focar em qualificação profissional para desenvolver indústria 4.0

Clique na imagem para zoom
Os desafios para desenvolver a indústria 4.0 no Brasil serão grandes, diversos, mas o maior deles será ter profissionais capacitados para atender as demandas de mercado. Com problemas muito mais enraizados, que começam na educação básica, o Brasil terá que correr atrás do prejuízo para não ficar para trás nessa revolução tecnológica. Segundo especialistas, um dos caminhos mais rápidos é a educação profissional.

Apenas 58,5% dos jovens concluem a educação básica até os 19 anos de idade; e a maioria dos que conseguem concluir, sai despreparada para o mercado de trabalho. Como consequência, o Brasil mantém um elevado número da sua população adulta que não concluiu o Ensino Médio.

E apesar de envolver desafios mais complexos, como a adaptação de layouts; a criação de novas especialidades e desenvolvimento de competências, a solução passará pela qualificação, como aponta o diretor-nacional de Operação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Gustavo Leal.

“O primeiro desafio é preparar o jovem para essa nova realidade. E o segundo desafio, que talvez seja maior do que o primeiro, nós temos um volume muito grande de pessoas adultas, trabalhadoras, que também vão precisar se requalificar para continuar incluído nessa nova onda produtiva.”
A aposta do setor produtivo é fomentar o debate entre os presidenciáveis em cima da educação voltada para o ensino técnico, como forma de alavancar a educação e aumentar a competitividade das empresas no país.
A Confederação Nacional da Indústria (CNI) entregou aos candidatos um documento que apresenta as principais recomendações para melhorar a educação nos próximos quatro anos.
O estudo, Propostas da Indústria para as eleições 2018 - Indústria 4.0 e Digitalização da Economia, apresenta 43 cadernos temáticos com medidas objetivas para melhorar as condições produtivas no Brasil e estimular o crescimento sustentado da economia.

O professor da Universidade de Brasília (UnB) Antônio Isidro da Silva Filho, especialista em inovação, tecnologia e recursos, chama atenção para a necessidade de haver políticas públicas efetivas para o desenvolvimento de uma nova matriz educacional.

“Então, hoje nós temos oportunidades profissionais para cargos e funções que se utiliza tecnologia digitais, mas temos escassez de mão de obra qualificada para essas funções. Isso sinaliza que se tivermos política pública de educação profissional, educação tecnológica, para que isso gere oferta de mais mão de obra, a tendência é que possa aumentar a produtividade do país.”
Cursos técnicos no âmbito do SENAI pretendem preparar tanto as empresas como os profissionais para essa revolução. São cursos dentro da teoria de Big Data, Internet das Coisas e outros que envolvem tecnologia da informação.


Reportagem, Camila Costa




Mais informações »

Restauração do Museu Nacional deve durar 10 anos, estima Unesco

Clique na imagem para zoom


Uma das possibilidades é empregar tecnologias avançadas, como a 3D, para a recuperação do acervo

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, a Unesco no Brasil, a restauração do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, deverá durar cerca de 10 anos.
A Unesco está trabalhando em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, o Instituto Brasileiro de Museus e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
De acordo com especialistas que fazem parte da Missão de Emergência da Unesco para o Museu Nacional, uma das possibilidades é empregar tecnologias avançadas, como a 3D, para a recuperação do acervo.
A Unesco no Brasil informou que o trabalho de recuperação está contando com o apoio com três fontes de recursos: o Fundo de Emergência da Unesco, o aporte do Ministério da Educação de R$ 10 milhões para os esforços iniciais de sustentação do prédio do museu e doações de outros países. Somente a Alemanha irá disponibilizar Є10 milhões.


Reportagem, Cintia Moreira







Mais informações »

Ministério Público Eleitoral barra 749 candidaturas com base na Ficha Limpa

Clique na imagem oara zoom
Entre os motivos para contestação, está o descumprimento da cota de gênero definido pela legislação eleitoral


Nesta terça-feira (18), o Ministério Público Eleitoral (MPE) acionou a Justiça para barrar mais de 2.600 registros de candidatura nas Eleições de 2018, em todo país. Quase um terço dessas contestações, ou seja, 749, são com base na Lei da Ficha Limpa (LC 135/10).
Entre os motivos para contestação, está o descumprimento da cota de gênero definido pela legislação eleitoral. A norma determina que cada partido ou coligação deverá reservar o mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada sexo.
As demais contestações são decorrentes do desrespeito a outros critérios previstos em lei que podem levar ao indeferimento do registro de candidatura, como por exemplo, ausência de prova da escolaridade, de filiação partidária válida, de prova de quitação eleitoral ou insuficiência de documentação.
Além das impugnações de registro de candidatura, foram contestados 105 Demonstrativos de Regularidade de Atos Partidários. Este é um documento que é entregue pelo partido político no ato do registro, e contém o nome dos candidatos que foram aprovados em convenção. Caso tenha algum tipo de irregularidade neste demonstrativo, a candidatura terá o pedido de impugnação aceito pela Justiça Eleitoral.


Reportagem, Cintia Moreira






Mais informações »

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Receita libera 4º lote do Imposto de Renda nesta segunda (17)

Clique na imagem para zoom
Restituições vão contemplar mais de 2 milhões de contribuintes


A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (17) o quarto lote do imposto de renda de pessoas físicas de 2018.
A partir de hoje, serão pagos mais R$ 3 bilhões para mais de 2 milhões de contribuintes.O lote inclui para pagamento dos grupos que têm prioridade para receber, como idosos, pessoas com deficiência, portadores de doenças graves e professores. A Receita também vai disponibilizar as declarações de 2008 a 2017, os chamados pagamentos residuais.
Para saber se o dinheiro foi liberado, o contribuinte pode acessar o site da Receita ou ligar para o número 156.
A consulta às declarações do Imposto de Renda também pode ser feita através do aplicativo para tablets e samrtphones.


Reportagem, Cássia Santos




Mais informações »

Bolsonaro faz transmissão nas redes sociais e critica PT

Clique na imagem para zoom
O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, deu a primeira declaração pública após o ataque sofrido a faca em Minas Gerais. O candidato, junto com o filho Eduardo Bolsonaro, fez uma transmissão ao vivo pela sua página oficial do Facebook nesse domingo.
Ainda acamado e na unidade de terapia semi-intensiva, Bolsonaro atacou o Partido dos Trabalhadores e o ex-presidente Lula. Bolsonaro afirmou estar preocupado com a possibilidade de fraudes nas eleições.

O candidato criticou o Supremo Tribunal Federal por ter derrubado a obrigatoriedade do voto impresso. Bolsonaro também afirmou que Fernando Haddad, candidato do PT à presidência, vai libertar Lula caso vença a eleição.
Sustentou também que Lula deve ter o que chamou de “plano B” e acusou o PT de querer controlar a mídia.
Visivelmente debilitado, Bolsonaro discursou para mais de 250 mil pessoas que acompanharam a transmissão nas redes sociais. Emocionado em vários momentos, agradeceu o apoio de todos que enviaram mensagens e oraram por ele.
Ao fim da transmissão de pouco mais de 20 minutos, Bolsonaro disse estar na expectativa para ser liberado do hospital e afirmou que fará transmissões pela internet durante o horário eleitoral.


Reportagem, Raphael Costa






Mais informações »

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Servidores Públicos: Prefeitura anuncia inscrições para Cursos à Distância ESESP (EAD)

Clique na imagem para zoom
A prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, informa que já se encontram abertas as inscrições para os cursos “Gestão Orientada para Resultados”, “Licitações Públicas”, “Excel Básico”, “Direito Administrativo” e “Direito Ambiental”.

Os cursos têm como público-alvo os servidores municipais e estaduais. Os interessados devem acessar o site da ESESP, no linlk: https://sistemas.es.gov.br/esesp/cursos/PreencherFormularioCursos.aspx, preencher o formulário e enviá-lo para o e-mail: 
inscricao@esesp.es.gov.br


Confira no quadro abaixo o período de inscrição e o  número de vagas



Clique na imagem para zoom


                                                     




Fonte:prefeituraaracruz

Mais informações »

1ª Central de Ambulâncias de Aracruz será inaugurada

Clique na imagem para zoom
Acontece nesta terça-feira (11/09), às 19h, no pátio da antiga torre, em frente à Praça da Paz, uma cerimônia de inauguração da 1ª Central de Ambulância do município de Aracruz. O evento contará com as presenças do prefeito Jones Cavaglieri, secretários municipais, vereadores e lideranças comunitárias.

A secretária de Saúde, Clenir Avanza, comemorou mais essa conquista para a cidade. “Aracruz nunca teve uma Central de Ambulância. Agora temos um espaço público que sediará essa Central, localizada em uma área estratégica. É de fácil acesso e ao alcance de todas as ocorrências de urgência e emergência”, comenta.

Ainda de acordo com Clenir, esse novo espaço oferece uma estrutura para atender todo o fluxo do município, funcionando em um plantão de 24 horas por dia. “Trata-se de um grande benefício para nossos moradores, que terão acesso livre e facilitado. Em uma localização privilegiada e centralizada, aqueles que se encontrarem em algum risco urgente de ser socorrido, de pedir socorro ou emergência, terão um atendimento muito mais rápido”, fala.







Fonte:prefeituaraaracruz

Mais informações »

Bolsonaro segue na UTI e fará nova cirurgia de grande porte, diz hospital

Clique na imagem para zoom

Será necessária uma nova cirurgia de grande porte posteriormente, para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia


O estado de saúde do candidato ao Planalto pelo PSL, Jair Bolsonaro, ainda é grave e demanda terapia intensiva, afirmou o hospital Albert Einstein, em boletim divulgado às 10 horas desta segunda-feira, 10.
Conforme o boletim, o paciente tem uma colostomia, "que foi feita em função de lesões graves do intestino grosso e delgado".
A instituição informou também que será necessária uma nova cirurgia de grande porte posteriormente, para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia. Além disso, Bolsonaro segue com sonda gástrica.
Apesar do alerta, o candidato do PSL ao Planalto não apresenta sinais de infecção.
Quem assina o boletim são o cirurgião Antônio Luiz Macedo, o clínico e cardiologista Leandro Echenique e o diretor superintendente do hospital, Miguel Cendorogio.
Jair Bolsonaro foi esfaqueado na última quinta-feira, 6, durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG).
O político segue na UTI do hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde a ultima sexta-feira, 7.





Fonte:folhavitoria

Mais informações »

Vendedor de picolé atropelado na Praia da Costa diz que nasceu de novo

Clique na imagem para zoom

Pedro foi atropelado por um motociclista no dia 7 de setembro, em Vila Velha


No dia 7 de setembro, imagens registraram um vendedor de picolé sendo atropelado por uma motocicleta na avenida Champagnat, em Vila Velha, próximo ao cruzamento com a avenida Hugo Musso, na região da Praia da Costa.
Apesar das dores, das lesões e do susto, Pedro Barbosa dos Santos, de 56 anos, não deixou passar a oportunidade de refletir sobre tudo o que aconteceu. Para ele, a data ficou marcada por um renascimento. "Nasci de novo. Com o impacto, fui lançado a pelo menos dez metros. Pensei que não ir escapar".  


Pedro contou que não consegue se lembrar de muita coisa. Em casa, ele assistiu as imagens e disse estar impressionado por ter sobrevivido ao impacto, e que agora, não vê a hora de se recuperar para voltar ao trabalho. "Pensei que não fosse escapar dessa. Agora vou ter mais cuidado ao atravessar e não vou ter mais pressa".




Fonte:folhavitoria

Mais informações »

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Prefeitura capacita membros do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Aracruz (CMDMA)

Clique na imagem para zoom
Aconteceu nesta terça-feira (04/09), no Salão do Elízio, centro, das 9h às 17h, uma capacitação dos membros que compõem o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Aracruz. Intitulada “Políticas Públicas das Mulheres”, o evento foi uma iniciativa do próprio conselho com apoio da prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho em parceria com a prefeitura de João Neiva.

Participaram a Presidente do CMDMA, Iracema Laranja Milagres, a Presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher do Estado do Espírito Santo (CEDIMES), Edna Calabrês Martins, a Secretária de Desenvolvimento Social de João Neiva, Lúcia Helena Cunha da Silva, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de João Neiva, Samira Rampineli Nardi, e a Secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho de Aracruz, Rosilene Filipe dos Santos.

A Presidente do CMDMA, Iracema Laranja Milagres iniciou as falas dando as boas vindas a todas as mulheres presentes. “Quero agradecer a oportunidade de estarmos aqui. Sejam todas bem-vindas. Trata-se de um evento que a gente tanto esperava. Que o dia de hoje possa ser muito produtivo e que outras ações como essa venham acontecer, pois nossa intenção é que o Conselho se desenvolva cada vez mais. Precisamos de apoio e empenho, tanto do governo quanto de parceiros. Temos que mostrar que a mulher tem poderes e valores que são merecidos”, enfatiza.

Representando João Neiva, a Secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Helena Cunha da Silva comentou sobre a criação do Conselho em seu município. “Quando eu assumi, perguntei se já existia o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher na nossa cidade, e me informaram que não. Por sermos mulheres, guerreiras e trabalhadoras, temos que ter nossa representação, ainda mais vivendo em um mundo muito machista, onde não somos valorizadas. Fiquei assustada com a quantidade de processos de Medida Protetiva na minha cidade, mesmo ela sendo pequena. Agora temos essa oportunidade na mão, pois já estamos entrando na eleição”, explica.

A Secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho de Aracruz, Rosilene Filipe dos Santos, comentou sobre a criação desses espaços para se discutir os direitos da mulher. Primeiramente quero agradecer nossa presidente que muito tem se empenhado para fortalecer nosso conselho, além da presença das representantes de João Neiva e do Conselho Estadual. É muito importante termos esses espaços, onde podemos discutir o fortalecimento dos nossos direitos. Nós mulheres precisamos nos conscientizar de quanto poder e representatividade temos perante a sociedade. No nosso dia a dia temos uma tripla jornada, educando nossos filhos e indo para a jornada de trabalho. Temos que nos integrar, nos valorizar e trabalhar em nossos filhos essa condição de igualdade. Hoje temos uma bandeira da oportunidade e podemos mostrar para que viemos”, ressalta.

Após as falas iniciais, a Presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher do Estado do Espírito Santo (CEDIMES), Edna Calabrês Martins, participou de um diálogo com todas as mulheres que compõem o CMDMA, expondo questões referentes às políticas públicas, além de oficinas e dinâmicas. Na parte da tarde, A Dra. Amanda Silva Barbosa, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), fez uma palestra sobre feminicídio e a violência contra a mulher.




O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Aracruz (CMDMA)

O Art. 5º da Constituição Federal diz que é dever do município, do estado, da comunidade e da família, assegurar à mulher a efetivação de seus direitos referentes à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade. Em função disso, foi criado em Aracruz, no dia 23/12/14, por meio da Lei, 3.886, O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Aracruz (CMDMA).

Trata-se de um conselho paritário, composto por 16 membros, sendo o poder público representado pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Social e Trabalho, Saúde, Educação e Planejamento, Orçamento e Gestão. O Conselho continuará promovendo outros encontros em datas a serem definidas.









Fonte:prefeituraaracruz

Mais informações »

Santa Cruz 462 anos: Museu Histórico aberto nesta sexta, sábado e domingo

Clique na imagem para zoom
Nesta sexta-feira, sábado e domingo (07, 08 e 09 de setembro) Santa Cruz irá festejar os 462 de fundação e, além da programação com apresentações culturais, shows e atividades esportivas, outra opção é uma visita ao Museu Histórico de Santa Cruz. O espaço estará de portas abertas durante o feriado e todo final de semana, das 08 às 17h. A entrada é gratuita.
Fundada em 1862, a construção da Casa de Câmara e Cadeia é um dos pontos mais importantes do município, guardando histórias e memórias da ancestralidade do território aracruzense. Hoje, o espaço abriga o Museu Histórico de Santa Cruz, reunindo peças, objetos e fotografias que contam sobre o antepassado da humanidade.

Museu Histórico de Santa Cruz

O Museu Histórico de Santa Cruz, criado pela Lei Municipal nº 3.872 de 17 de dezembro de 2014 localizado no Distrito de Santa Cruz, Aracruz, tem por finalidade a preservação do Patrimônio Histórico, Artístico, Iconográfico e Etnológico do município de Aracruz.
O acervo exposto na inauguração do espaço se constitui de elementos que representam aspectos da trajetória histórica do município, desde seus primórdios, remontando ao processo de colonização e ao encontro de cultura ocorridas no local.

História 

O imóvel ficou conhecido por esse nome porque, inicialmente, acreditava-se que havia sido construído para hospedar o imperador Dom Pedro II durante sua viagem à província.
Desde sua construção até o início do século XX, funcionou como Casa de Câmara e Cadeia. Também já funcionou com agência dos Correios.

Endereço

Avenida Presidente Vargas, s/nº, Centro, Santa Cruz, Aracruz / ES





Fonte:prefeituraaracruz

Mais informações »

terça-feira, 4 de setembro de 2018

PF ataca fraudadores do INSS que ameaçavam servidores

Clique na imagem para zoom

Batizada de Recidiva, a ação é um complemento da Operação Púnico, deflagrada em março


 Polícia Federal está nas ruas nesta terça-feira, 4, para desarticular um grupo criminoso especializado em inserir dados falsos nos sistemas de informação do INSS e criar benefícios a pessoas que não tinham direito a eles.
Batizada de Recidiva, a ação é um complemento da Operação Púnico, deflagrada em março. A investigação teve início porque servidores passaram a ser ameaçados para permitir a continuidade das fraudes mesmo após as três prisões da operação anterior.
Com a ajuda de um servidor que já havia sido preso em abril, o grupo alvo da operação, segundo a PF, obtinha benefícios de auxílio-reclusão fraudulentos para presos.
A investigação para apurar a continuação das ameaças mesmo após a Operação Púnico levou a um líder do grupo. O único mandado de prisão cumprido nesta manhã é contra essa pessoa que comandava o esquema.
Além dessa prisão preventiva, são cumpridos 9 mandados busca e apreensão, além de um novo mandado de prisão contra o homem preso em abril. As ações ocorrem nos municípios de São Paulo, Praia Grande, Diadema, Ribeirão Pires e Aguaí. Todos os mandados foram expedidos pela 3.ª Vara Criminal Federal de Santo André.





Fonte

Mais informações »

Ministro do TSE barra propaganda do PT com referência à candidatura de Lula

Clique na imagem para zoom

Na avaliação do ministro, os blocos de propaganda confundem o eleitor, criam artificialmente "estados mentais e emocionais equivocados"


O ministro Carlos Bastide Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou nesta segunda-feira, 3, que a coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros) deixe de veicular na televisão a propaganda eleitoral exibida no último sábado, 1, que fez referência à candidatura à Presidência da República do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato.
Na avaliação do ministro, os blocos de propaganda confundem o eleitor, criam artificialmente "estados mentais e emocionais equivocados" e afrontam a autoridade de decisão do TSE, que na madrugada do último sábado barrou o registro de candidatura do petista.
Horbach atendeu ao Partido Novo, que entrou com seis pedidos no TSE contra as aparições de Lula no horário eleitoral do PT. Mais cedo, a coligação já tinha sofrido uma derrota com a decisão do ministro Luis Felipe Salomão, que - também a pedido do Novo - suspendeu a veiculação da propaganda no rádio com Lula.
"O TSE expressamente proibiu que Luiz Inácio Lula da Silva fosse apresentado, nos programas gratuitos de rádio e de televisão, como candidato a presidente da República, somente sendo lícita à coligação representada a realização de propaganda de seu candidato a vice-presidente, nessa específica condição, tudo - repita-se - em atenção ao requerido por seu representante processual", escreveu Horbach em sua decisão.
"É inegável que a utilização de espaço de propaganda oficial, custeado pelo contribuinte, para divulgação de candidatura que não mais existe tem a potencialidade de confundir o eleitor, criando, artificialmente, estados mentais e emocionais equivocados, em violação ao disposto no art. 242 do Código Eleitoral", concluiu o ministro.

Propaganda

No início da propaganda agora suspensa, o PT afirma que a ONU "já decidiu que Lula poderia ser candidato e ser eleito presidente do Brasil. Mesmo assim, a vontade do povo sofreu mais um duro golpe com a cassação da candidatura de Lula pelo TSE", acrescentando ainda que a coligação "entrará com todos os recursos para garantir o direito de Lula ser candidato".
Vice na chapa do PT, Fernando Haddad afirmou ainda no programa que a decisão "está tomada". "Nós vamos com o Lula até o fim. Porque ele é uma autoridade política no País", diz Haddad.
"Note-se que o fechamento da propaganda com o jingle inalterado da campanha não deixa dúvidas quanto a apresentação de Lula como candidato à presidente e Haddad vice, exatamente como impedido pelo Tribunal: aos 2 minutos e 15 segundos da propaganda uma voz feminina canta "é o Lula, é Haddad é o povo, é o Brasil feliz de novo'", assinala o Partido Novo no pedido atendido pelo ministro.
Horbach ainda determinou a aplicação de multa de R$ 500 mil caso o PT desrespeite sua decisão. "Fixo multa no valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para cada veiculação da propaganda aqui impugnada no horário eleitoral gratuito de televisão em desconformidade com o decidido pelo Tribunal Superior Eleitoral", assinala o ministro.

Pedidos

Além da ação contrária ao programa da rádio e na TV, o Novo apresentou uma petição geral dentro do processo de registro de Lula, que tem como relator o ministro Luís Roberto Barroso. O candidato a presidente da República Jair Bolsonaro também entrou com ação contra a propaganda eleitoral do PT transmitida na televisão.




fonte:folhavitoria

Mais informações »

Carro pega fogo na rodovia Serafim Derenzi, em Vitória

Clique na imagem para zoom

A motorista contou que o prejuízo foi de aproximadamente R$ 8 mil


Um carro pegou fogo na manhã desta terça-feira (4), na Rodovia Serafim Derenzi, no bairro Comdusa, em Vitória. A proprietária do veículo não quis gravar entrevista, mas contou que havia levado o filho para a creche e quando foi subir uma ladeira, o carro desligou e quando tentou ligá-lo novamente, o fogo começou. A motorista disse que o prejuízo foi de aproximadamente R$ 8 mil, já que o veículo não tem seguro.
O Corpo de Bombeiros informou que o incêndio aconteceu por volta das 7h. Não houve vítimas. Uma equipe dos Bombeiros foi acionada e as chamas foram apagadas. De acordo com informações passadas pela Central de Videomonitoramento de Vitória, agentes foram ao local e interditaram a via nos dois sentidos, mas o trânsito já flui normalmente. 
Clique na imagem para zoom






Fonte:folhavitoria

Mais informações »

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Conferência Imersos

Clique na imagem para zoom


Mais informações »

Culto dos Jovens Dia 8 de setembro

Clique na imagem para zoom


Mais informações »

Assembleia não cumpre a própria decisão e permite propaganda eleitoral nas dependências da Ales

Clique na imagem para zoom

Foram provocados também Ministério Público Eleitoral e Justiça Eleitoral através de denúncia por parte do MCCE


Vigora na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, desde julho de 2018, norma que impede a veiculação de propaganda eleitoral nas dependências do Poder Legislativo.
A determinação, que parte da Mesa Diretora no Ato 699/2018, que cumpre o determinado na Lei Federal 9.504/97, mas não parece valer para o estacionamento do poder legislativo, já que desde o início das campanhas é possível ver automóveis estacionados no pátio externo da Assembleia com adesivos de candidatos, entre eles o próprio presidente da Casa.
O Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE) provocou a procuradoria da Ales, que tinha 48 horas para tomar uma providência contra a prática. Esgotado o tempo, foram provocados também Ministério Público Eleitoral e Justiça Eleitoral através de denúncia por parte do MCCE, que reúne entidades da sociedade civil organizada, entidades representativas de categorias, Conselhos de representação classista e organizações religiosas.
Rodrigo Rossoni, secretário da Transparência Capixaba, informa que o movimento foi acionado por cidadãos que estranharam a presença de propaganda eleitoral no espaço da Assembleia. "O movimento recebeu fotos de vários carros com propagandas. Aquela área é 'nobre' da cidade, de grande movimento de pessoas, então serve como mural eleitoral", explica.
De acordo com Rossoni, a fiscalização e proibição por parte da Assembleia não seria difícil, já que o estacionamento tem acesso monitorado. "É muito fácil a vigilância da casa proibir a propaganda eleitoral", exemplifica. 
"Eles mesmos criaram a lei e são descumpridores da lei. Aparentemente a lei não é para eles, mas para a população. Esse é o tipo de exemplo que eles tem que dar para a população?", discorre Rossoni, que considera a violação um alerta à população. "Não vote em quem descumpre a lei. Muitos deles são deputados da Casa que tentam a reeleição. Vamos usar esse mal exemplo para extirpar essas pessoas da vida pública", finaliza.

Resposta da Assembleia 

A Assembleia Legislativa do Espírito Santo respondeu, por meio de nota, que "o documento protocolado pelo MCCE está na Procuradoria para análise e parecer".





Fonte:folhavitoria

Mais informações »

Bolsonaro é impulsionado por onda anticorrupção

Clique na imagem para zoom

Os dados indicam que o principal combustível do "bolsonarismo" não é o medo da violência, mas o moralismo


Quando está diante de um microfone ou de uma câmera de televisão, Jair Bolsonaro não desperdiça a oportunidade de atacar a criminalidade, exaltar policiais que matam no exercício da profissão e defender o armamento da população e a redução da maioridade penal. Não é entre o público preocupado com segurança, porém, que o discurso do candidato do PSL à Presidência tem feito mais sucesso.
Análise do Estadão Dados em 27 pesquisas recentes do Ibope, feitas em todos os Estados e no Distrito Federal, revela que Bolsonaro não tem taxas maiores de intenção de voto nos locais onde a preocupação com segurança é mais expressiva. Mas outra associação salta aos olhos: o desempenho do candidato melhora conforme aumenta a parcela do eleitorado que cita a questão da corrupção como prioridade.
Os dados indicam que o principal combustível do "bolsonarismo" não é o medo da violência, mas o moralismo - que, no atual contexto político, se confunde com o antipetismo. A leitura das 27 pesquisas revela que a percepção da corrupção como problema passa por um corte ideológico.
Outros candidatos do espectro da centro-direita e que se apresentam como antagonistas do PT, como Geraldo Alckmin (PSDB) e Alvaro Dias (Podemos), também colhem mais apoio nos Estados onde os eleitores se mostram mais preocupados com a punição dos corruptos - mas em menor quantidade que Bolsonaro.
O fenômeno oposto se manifesta no eleitorado lulista: quanto menor a preocupação com corrupção, maiores as taxas de intenção de voto em Luiz Inácio Lula da Silva - preso e condenado na Lava Jato e que teve a candidatura à Presidência barrada pela Justiça Eleitoral no sábado, 1.
Santa Catarina é um bom exemplo do descompasso entre a preocupação com a segurança e o voto em Bolsonaro. Lá, apenas 35% do eleitorado se declara preocupado com a segurança - a taxa mais baixa em todo o País, nesse quesito. Mas, entre os catarinenses, Bolsonaro ficou à frente na corrida eleitoral até no cenário em que Lula foi incluído na lista de candidatos apresentada aos entrevistados (26% a 20%).
Não é um caso isolado. Quando expostos em um mapa, os resultados das pesquisas Ibope nos Estados mostram uma distribuição não homogênea da preocupação com segurança, que é maior no Nordeste que no Sudeste. O oposto acontece com as taxas de apoio a Bolsonaro. Já o mapa da preocupação com a corrupção é bem mais parecido com o da intenção de voto no candidato do PSL.
O perfil dos eleitores de Bolsonaro - ele é o preferido nas camadas mais escolarizados e de renda mais elevada - e seu padrão de votação nos Estados indica que o capitão reformado é o principal "herdeiro" da onda antipetista e anticorrupção que abalou o cenário político do país nos últimos anos, e que tinha como discurso unificador o combate à corrupção.
Essa onda já foi mais forte. Atualmente, na média ponderada das 27 unidades da Federação, a corrupção é citada como uma das principais preocupações por praticamente metade do eleitorado (49%), em empate técnico com a educação (47%) e bem atrás da segurança pública (75%). Em dezembro do ano passado, a corrupção estava no primeiro lugar desse ranking, com 62%.
Há diferentes possíveis leituras para o fenômeno de Bolsonaro não ter melhor desempenho nos Estados que mais sofrem com a insegurança. Os eleitores podem estar recebendo o discurso do candidato com desconfiança. Mas também é possível que esse discurso ainda não tenha atingido o eleitorado mais afetado pelo problema - nesse caso, Bolsonaro teria espaço para crescer.

Conjunto

As pesquisas do Ibope feitas nos 26 Estados e no Distrito Federal abrangem, somadas, uma amostra de cerca de 25 mil eleitores. Para analisar os resultados, o Estadão Dados ponderou as pesquisas de acordo com o tamanho do eleitorado - assim, os dados de São Paulo tiveram peso 97 vezes maior que os de Roraima, por exemplo.
As pesquisas avaliaram a intenção de voto dos eleitores para presidente, governador e senador. O entrevistados também foram convidados a apontar as três áreas em que a população do Estado mais enfrenta problemas.
Ao comparar o desempenho dos presidenciáveis com as taxas de citações a cada problema, foi possível detectar a existência ou não de associação entre eles. Com exceção dos dados de Lula, os dos demais candidatos à Presidência foram avaliados no cenário sem a presença do ex-presidente. No caso de Alckmin, por exemplo, a análise indicou que seu desempenho piora à medida que cresce a preocupação com saúde e com a segurança pública.
Todas as pesquisas foram registradas na Justiça Eleitoral. Os dados relativos a São Paulo foram obtidos do levantamento contratado pelo Estado e pela TV Globo, no qual foram ouvidos 1.204 eleitores entre os dias 17 a 19 de agosto.
A margem de erro foi de três pontos porcentuais, para mais ou para menos. O protocolo de registro no Tribunal Superior Eleitoral foi o BR-05723/2018.





Fonte:folhavitoria

Mais informações »