08/07/18 ~ Gospel MIX

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Estivadores passam mal durante descarregamento de navio no porto de Aracruz

Estivadores estavam no mesmo navio onde três trabalhadores morreram no mês passado

Os dois trabalhadores se sentiram indispostos após sentirem um forte cheiro e precisaram ser socorridos. Caso aconteceu no mesmo navio onde três funcionários morreram durante um acidente, no mês passado


Dois estivadores se sentiram mal, na manhã desta segunda-feira (06), durante a operação de descarregamento de madeira no navio Sepetiba Bay, atracado no Portocel, em Barro do Riacho, Aracruz. O navio é o mesmo onde, no mês passado, três trabalhadores portuários morreram e um foi hospitalizado após um acidente no porão da embarcação.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Estivadores, José Adilson Pereira, os estivadores estavam no porão do navio quando sentiram um cheiro forte. Os funcionários então colocaram máscaras e foram socorridos.
Segundo a assessoria de comunicação do Portocel, os trabalhadores seguiram o protocolo de segurança estabelecido pela Norma Regulamentadora nº 33 (NR-33), que permite a eles interromper o serviço se sentirem qualquer indisposição. Ainda segundo o Portocel, logo após o atendimento aos trabalhadores, foi efetuada uma nova medição no navio, que não constatou a presença de gás ou de qualquer situação de risco.
O Portocel informou ainda que a operação de descarregamento do navio Sepetiba Bay continua normalmente, com todos os trabalhadores portando os equipamentos de proteção individuais adicionais estabelecidos: equipamentos de medição dos níveis de oxigênio, máscaras e cilindros de oxigênio, entre outras providências.
Mortes
No último dia 24, Adenilson de Carvalho, de 47 anos, Clovis Lira da Silva, de 52, e Luiz Carlos Milagres, de 64, morreram em um acidente no Sepetiba Bay. O estivador Vitor Souza Olmo também precisou ser hospitalizado, mas sobreviveu.
Na ocasião, o Sindicato dos Estivadores informou que as mortes aconteceram quando um dos trabalhadores desceu ao porão para pegar equipamentos e desmaiou. Os outros três desceram para ajudá-lo e também acabaram ficando inconscientes. A suspeita inicial do acidente é de um vazamento de gás.





Fonte:FolhaVitoria

Mais informações »